Roteiros diferenciados, nos locais mais incríveis e poucos explorados da fantástica Serra Catarinense. Com guias preparados que conhecem toda a região, você poderá desfrutar de momentos inesquecíveis.

Foto Dario Lins

A ECO TRILHAS SERRA CATARINENSE foi criada para juntamente com você que ama a vida livre, vivermos momentos inesquecíveis em contato com a exuberante natureza da Serra Catarinense.

É aqui neste cenário cinematográfico natural que ocorrem as menores temperaturas do Brasil, mudando completamente a paisagem com a precipitação de neve e a formação de geada e sincelo. A Serra Catarinense possui uma natureza rica e singular que merece ser apreciada da maneira muito especial por aqueles que são apaixonados por aventuras.

Com condutores conhecedores de toda a região, levamos você a todos os recantos da Serra Catarinense, onde as paisagens irão tirar seu fôlego e lhe proporcionar momentos de paz interior que você levará para toda a vida.

Trekking (caminhadas), expedições fotográficas, cicloturismo, observação de aves. Oferecemos tudo isso a você. Aventure-se pela Serra Catarinense, conheça nossos roteiros e escolha seu destino!

Canion do Funil – Bom Jardim da Serra

Os mais belos cenários, na maioria das vezes, exigem um pouco mais de dedicação para serem contemplados. Esse é o caso do estonteante Cânion do Funil. Até chegar a beira do Cânion, caminhamos pelos belos campos de altitude. O Cânion recebe esse nome por possuir uma formação rochosa que insurge do meio do cânion com a semelhança de um gigantesco funil. A grandiosidade e o cenário de encher os olhos nos faz sentir pequenos em meio à imensidão de campos, escarpas e rochedos.

Cânion do Funil – Foto Dario Lins

Campo dos Padres – Bom Retiro

O Campo dos Padres é a última fronteira intocada e está localizado na serra catarinense na região mais selvagem de Santa Catarina. É neste local inóspito e de difícil acesso que estão localizadas as maiores elevações do estado de Santa Catarina, sendo o ponto culminante o Morro da Boa Vista (Bela Vista do Ghizoni) com 1827m de altitude, seguido pelo Morro do Chapéu com 1823,49 m e o Morro do Campo dos Padres com 1798m.

A nomenclatura da região é uma alusão a passagem dos padres jesuítas que no século XVIII se refugiaram no local em fuga das missões espanholas por ocasião da perseguição incitada pelo Marquês de Pombal. A região guarda muitas lendas de tesouros guardados que teriam sido escondidos pelos jesuítas. O Campo dos Padres é um imenso moisaico, a caixa d’água de Santa Catarina. Cercado por montanhas, escarpas e cânions nos quais surgem rios as mais belas cachoeiras nascentes dos rios Canoas e Itajaí-Açu que formam as principais bacias hidrográficas do estado.

A atividade requer conhecimento e experiencia em longas caminhadas, pois são 60 km que deverão ser percorridos entre três a quatro dias. Como a região no inverno apresenta temperaturas negativas que podem chegar a -15ºC com sensação térmica de -30ºC é imprescindível o uso de barracas e saco de dormir que suportem tais temperaturas. Como forma de suporte no trajeto estão incluídos os abrigos de montanha que servirão de albergue e refúgio.

Foto Dario Lins

Soldados de Sebold – Alfredo Wagner

Como se propositalmente fossem esculpidos neste local os Soldados do Sebold são como sentinelas, os guardiões do Campo dos Padres. As formações de arenito Botucatu insurgem ao final da última escarpa naquele ponto da serra geral. Acima dos Soldados do Sebold estão localizados os pontos mais altos do Estado de Santa Catarina, no Campo dos Padres. A beleza da região é indescritível. Neste local está o Rio Lajeado que nasce nos platôs da serra geral sendo assim a principal nascente do Rio Itajái-Açu.

Foto Dario Lins

Cânion do Espraiado – Urubici à Grão Pará

O Cânion do Espraiado é uma paisagem que inspira contemplação. Incrustado no final de um vale extenso e rico em vegetação, apresenta profundos e imponentes paredões e ornamentados por uma belíssima queda d´água, a nascente do Rio Espraiado. Quando se atinge o topo e bordas do imenso cânion é que se percebe que todo o esforço valeu a pena.

Foto Dario Lins

Observação de Aves – Birdwatching

A observação de aves na Serra Catarinense é uma atividade empolgante e prazerosa. Campos de altitude, montanhas, florestas de araucária, matas ombrófilas mistas, cânions, cachoeiras e banhados turfosos compõem um cenário ímpar localizado na região mais fria do Brasil cuja altitude em seu ponto culminante chega a 1827 metros. Todos os anos a paisagem torna-se branca, pela precipitação de neve, formação de geada nos campos e ocorrência do sincelo nos arbustos, encostas e cachoeiras, fenômeno meteorológico que ocorre em situações de nevoeiro aliado a uma temperatura de -2ºC a -8ºC.

O choque entre as massas de ar faz surgir uma nevoa branca que envolve os vales, picos e montanhas, proporcionando a sensação de que estamos acima das nuvens. Os paisagísticos campos de altitude formam um ecótono, ou seja, uma área de transição entre a mata ombrófila densa e a ombrófila mista. São amparados pelos contrafortes da Serra Geral, formação de escarpas rochosas com presença de mata atlântica muito bem preservada.

Foto Dario Lins

A visão panorâmica chega e impressionar e nos faz sentir pequenos. As escarpas por vezes insurgem nas bordas dos cânions como se fossem enormes gigantes, atalaias que resistiram ao tempo e tiveram suas formas esculpidas pelo vento forte que ecoa nos imensos paredões de pedra.
Toda essa diversidade de vegetação e acidentes geográficos proporciona o surgimento de inúmeras espécies e cada vez novas descobertas com registros raros têm ocorrido. Cerca de 350 espécies de aves foram registradas na serra catarinense, esse é um número bem significante, pois é praticamente sessenta por cento do total encontrado no Estado de Santa Catarina.

Locais de observação de aves:
Bom Retiro, Urubici, Urupema, São Joaquim, Lages e Bom Jardim da Serra

Informações para reservas e valores: www.ecotrilhasserracatarinense.com

 

 

 

🔥97